Para completa funcionalidade deste site é necessário habilitar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como habilitar o JavaScript no seu navegador.

Caem os investimentos nas regiões mais pobres do Estado

No primeiro semestre de 2015, os recursos empenhados pela Secretaria do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Sedinor) e pelo Idene tiveram um corte de 27,6% do executado no mesmo período de 2014.

E os programas mais prejudicados são justamente os mais importantes destes órgãos. O Água para Todos, programa de combate à seca, recebeu, no primeiro semestre de 2015, apenas R$41,1 milhões, enquanto no mesmo período de 2014 foram R$51,3 milhões, um corte de mais de R$10 milhões. Já o Leite pela Vida teve nos seis primeiros meses de 2015 um total de R$12,4 milhões, enquanto em 2014 foram R$34,6 milhões, um corte de 64,01%.

 

07
Obs.: Excluídos os gastos com Despesas de Exercícios Anteriores

Publicado em 15 de julho de 2015

No Comments Yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *